quinta-feira, 25 de junho de 2009

Testando a geringonça

Muito bem. Depois de contribuir para os blogs de amigos, me convenceram a criar meu próprio. Claro que esbarro em alguns problemas. Não é porque já contribui com blogs que sei como gerenciar um. Na verdade, acabei de descobrir como criá-lo. Então pensei: sobre o que escrever? Pesquisei brevemente sobre os assuntos que me apetecem e descobri uma certa carência de blogs brasileiros sobre ciências forenses, criminalística e perícia criminal. Pois bem, eis o assunto para este blog! Vamos ver quem se propõe a ler (e comentar) o que neste espaço for postado.

Sejam benvindos.

10 comentários:

  1. Yeah! O longo braço da lei agora alcançou o mundo virtual! Tremei, malfeitores!

    - Rafa

    ResponderExcluir
  2. Bem, a idéia não é exatamente amedrontar os meliantes. Mas divulgar métodos criminalísticos e debatê-los na net. Vamos ver no que dá.
    Abç,

    ResponderExcluir
  3. Vamos ver no que dá.

    Abraços

    Tarsis

    ResponderExcluir
  4. E quem disse que métodos criminalísticos devem ser debatidos em público?? Muito complicado isso, meu caro Claudemir; conhecimentos de criminalística, em mãos erradas, podem ser extremamente nocivos...

    ResponderExcluir
  5. Discordo do post acima. Não há muitos "segredos" da criminalística em tempos de CSI nem conhecimento que possam ser escondidos em tempos de Google. Mais importante do que o perito tentar esconder o conhecimento que têm é continuar buscando estar sempre na fronteira do conhecimento. Pelo que conheço do Claudemir, esse blog vem pra acrescentar. Parabéns pela iniciativa! Egito

    ResponderExcluir
  6. Pois bem. Não sei que fez o comentário do dia 28 de junho (já que não assinaram). Mas vamos ao debate (afinal, é disso que se trata esse blog).

    O comentário supra se inicia como a pergunta "E quem disse que métodos criminalísticos devem ser debatidos em público?". Minha resposta é, na verdade, outra pergunta: e quem disse que não devem? O comentário me fez lembrar de minha formação como perito. Durante o curso de formação, questionei um professor (perito aposentado) sobre como se realizava um método específico. Ele respondeu que isso ele não poderia divulgar por se tratar de segredo de profissão. Então o conhecimento científico deve ser trancafiado a sete chaves? Não devemos divulgar conhecimento? Além disso, a não divulgação de um método utilizado em um caso específico torna o laudo frágil ou, na pior das hipóteses, cerceia o direito de defesa.

    Penso, particularmente, que Hollywood é uma escola de bandidos muito mais acessível que um blog. São muitos os filmes que ensinam formas de encobrir os rastros de um crime. Também são muitos os filmes que revelam que, mesmo encobrindo as evidências, o bandido acaba atrás das grades.

    Se as informações de um blog podem cair em mãos erradas, o que dizer dos laudos periciais dos diversos órgãos periciais Brasil afora? Repare que os laudos são documentos públicos. Qualquer cidadão tem acesso a eles. Garanto que um laudo pericial (bem feito, claro) vai muito além do visum et repertum e, consequentemente, terá muito mais informação pertinente que este ou qualquer blog.

    O que fazer, então? Impedir o acesso aos laudos? Se esse for o raciocínio, que sejam vetados canais de tv a cabo (Discovery, NatGeo, entre outros). Que sejam banidos seriados criminalísticos como CSI (em suas diversas versões), NCIS, Cold Case, Crossing Jordan, Law&Order: SVU, Dexter, entre muitos outros. Que sejam proibidos os textos sobre criminalística, como o Tratado de Perícias Criminalísticas (coleção da Millenium), e periódicos como o Forensic Science International, Journal of Forensic Science ou os nacionais Prova Material e Perícia Federal (ambos disponíveis na internet).

    Discuti um pouco sobre o efeito CSI com alguns colegas. A conclusão que chegamos é que, além de ter aumentado o número de inscritos nos concurso para perito criminal e de ter divulgado alguns métodos utilizados na perícia, o seriado (e seu derivados) implantam na mente popular a idéia de que não há crime perfeito. Ou seja, “não cometa um crime, pois te pegaremos”. Mas isso ninguém comenta.

    Não é um blog que fará um meliante ter sucesso. Mas sim a ignorância dos profissionais da perícia e a falta de investimento em segurança pública, em tecnologia, em ciência.

    Permaneço aberto à discussão. E que ela continue.

    Abç,

    ResponderExcluir
  7. Descobri seu blog por acaso, deixa de ser tímido e divulga ele aí para toda a comunidade "internetiana". Mas quero deixar aqui meus cumprimentos pois, apesar de você dizer que não sabia o que fazer de um blog, você está fazendo bem feito....

    Parabéns !!!

    Everson (quase FTP)

    ResponderExcluir
  8. Primo
    Parabéns pelo Blog!!!!
    Mto bom em todos os aspectos (visuais, conteúdo, linguagem)
    Vá com fé!!!
    bjs e Sucesso
    Dan

    ResponderExcluir
  9. acabei de descobri esse blog, adorei!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Agradeço os comentários! Continuem lendo, criticando e comentando. O espaço está aberto para isso.

    Saudações periciais,

    ResponderExcluir